PUBLICIDADE

Topo

10 dicas pra sobreviver à solteirice em tempos de Coronavirus

Soltos S.A.

18/03/2020 04h00

Eu estava namorando há um ano e acabo de voltar pra pista. E claro, depois de todo término vivemos um luto, que em geral é um momento mais introspectivo e que devemos respeitar – tá tudo certo! Mas, o tempo passa, a poeira baixa e vem logo aquela vontade de dar umas voltas pra paquerar. Sabe aquela vontade de correr atrás do tempo e dos matches perdidos? A verdade é que é uma delícia estar em uma relação, mas não há mas como a paquera, ainda mais pra um escorpiano. Tem coisa melhor que aquele olho no olho, o rush de adrenalina na hora de tomar iniciativa e puxar um papo? Sem contar a alegria de beijar novas bocas, explorar novos corpos… Mas justo quando tava fazendo meu alongamento pra voltar à pista, eis que surge o Coronavirus pra acabar de vez com meus planos soltos. Pelo jeito, vou ter que entrar em uma fase de celibato voluntário em nome da saúde pública e do bem geral da nação.

O fato é: o corona já é uma realidade entre nós e só vamos conseguir reduzir os danos dessa epidemia se todo mundo colaborar real oficial. Isso porque, além da febre do álcool em gel, as principais recomendações pra evitar o contágio são: evitar grandes aglomerações e o contato com outras pessoas. Peraí, evitar contato? Isso vai contra os princípios da solteirice! Se não pode nem cumprimetar, imagina o que dirão de beijar na boca… Mas em meio a essa mudança de hábitos total, nada de tristeza. Vamos passar pela quarentena do melhor jeito possível, sem deixar o prazer e a vida amorosa de lado, porque solto raiz sempre faz do limão uma limonada. (Aliás, o limão tem muita vitamina C, olha só esse link!) 

Veja também

Bora rever os paradigmas das relações e dos contatinhos

A cozinhada tá liberada
Uma das reclamações mais comuns que recebemos no Soltos S.A. é do crush que fica no eterno papinho e nada de virar convite pra date. Mas em tempos de corona, a cozinhada não só tá liberada como é estratégia de sobrevivência coletiva. Se antes você ficava triste por dar muitos match mas nunca dar uns beijos na boca, saiba que agora ninguém vai ser convidado pra date nenhum. Aliás, ser convidado para um date é quase uma falta de respeito – "Não tá lendo as notícias menino?". Então, já que os contatos imediatos de primeiro grau vão estar restritos, viemos aqui pra dar 10 dicas de como sobreviver à solteirice em tempos de corona. 

VOCÊ E O CRUSH

Vamos começar pelas dicas de como manter a chama acesa sem colocar em risco a saúde física e mental.  

1. Se jogue nos papos profundos com os crushes

A verdade é que nos encontros cara a cara, a gente fica acanhado para perguntar sobre as histórias de família ou sobre os maiores medos do nosso crush. Aproveita que agora você vai ter tempo e uma infinidades de meios digitais pra conversar com seu(s) crush(es) pra ter aqueles papos profundos que constroem a tão sonhada intimidade. Se você já assistiu a série "Casamento às Cegas" da Netflix, você sabe do que eu tô falando: conversas longas e profundas e sem hora pra acabar podem te fazer querer literalmente casar com alguém. Então se jogue na ligação de áudio do whatsapp ou no bom e velho telefone e puxe papos sobre a infância, os traumas, sonhos para o futuro ou só pergunte sobre os livros favoritos. Quem nasceu nos anos 80 lembra como a gente ficava pendurado horas no telefone com as pernas pra cima falando sobre coisas aleatórias com nossos paqueras enquanto nossos pais ficavam batendo na porta do quarto pedindo pra gente "liberar a linha". No fundo a distância pode aproximar vocês. 

2. Maratonem juntos, porém separados

Uma coisa é fato. Em épocas de isolamento você inevitavelmente vai se jogar no streaming pra distrair a cabeça e ocupar seu tempo. Mas não é só porque você está sozinho em casa que precisa assistir as 300 horas de ficção sozinho. Tem coisa melhor quando a gente encontra um cúmplice pra comentar a nossa nova série favorita ou aquele filme que a gente acabou de ver e saiu transtornado? (Bacurau feelings…) A nossa segunda dica é, escolha junto com seu crush qual filme ou série vocês vão maratonar juntos, mas cada um no seu canto. Vocês vão poder falar mal, falar bem, apostar no que acha que vão acontecer com cada personagem e discutir suas impressões. Antes, durante e depois de assistir cada episódio. Ou seja, material pra muito papo e se a série for longa, já é garantia de manutenção de contato durante semanas. Mas, se você combinar de assistir uma série com o crush, não dá pra esquecer de uma regra básica: não existe traição pior que a traição de Netflix: siga à risca o combinado com o crush e nada de assistir episódios antes dele.  Se der vontade de continuar assistindo comece uma série nova.

3. EAD com os crushes

A Educação à Distância (EAD) já é a nova tendência no mercado da educação e também vai ser no mercadão da solteirice. Aproveita as diferenças entre você e seu crush pra que ambos aprendam coisas novas. Você é vegano e passou o último ano pesquisando sobre o impacto do veganismo na saúde e no meio ambiente? Faz uma lista de docs, matérias e TEDs legais que podem mudar o jeito que seu crush vê o veganismo. E também aproveite pra aprender com o crush. Veja quais são seus interesses e paixões e peça que ele te ensine algo que você nunca imaginou. Assim vocês dois aprendem coisas novas e vão criando laços de interesses em comum. Transforma seu whatsApp num disparador de newsletter e combina de trocar conteúdos periodicamente com o crush. Nesse momento onde a gente tá bombardeado por notícias do Corona, ler sobre outros assuntos ajuda a desbaratinar e ainda vai te tornar um solto bem mais antenado. Ah, e se esse crush não der certo você já pode encaminhar tudo que aprendeu com ele para o próximo candidato, por que não?  O verdadeiro troca-troca intelectual!

2. Dates à la Jetsons

O futuro chegou. Não é só porque você não pode encontrar cara a cara que você precisa parar de ter dates, não é mesmo? Pra isso que existe câmera frontal no celular. Combine a hora com seu crush e já parta para a produção – sua e da comida. Primeiro prepare o seu jantar, bote o vinho pra gelar. Depois tire o pijama (o must da moda coronense) e pegue aquele vestido de luxo que estava guardado há um tempo, se maquie, coloque um perfume (por que não?) e vá para o date à distância na sua própria sala de estar com seu crush também em sua própria sala. Tem coisa melhor que poder tomar a bebida que você bem entende e comer aquela comida que você mesmo fez sem negociar nada com o crush? Ele na cerveja e você no gin tônica com zimbro como você adora, sem ter que brigar com o garçom porque o drink tá um suquinho. Sem contar que não tem que pegar Uber pra vir nem pra voltar e você ainda pode ter o seu primeiro date usando chinelo. Vocês vão ter um date sem hora pra acabar e quando vocês cansarem, a melhor parte: não tem que pagar a conta! Ou seja, a pura economia (importante em tempos de corona) e nenhum problema de incompatibilidade de gostos na hora de escolher o restaurante, o vinho e a sobremesa. Melhor que isso, só dois disso. 

5. A volta da webcam

Só quem viveu o começo da internet e o chat do Uol (#saudades) sabe o que a webcam significava na vida de um solteiro.  E já que até a pochete já voltou à moda, porque não resgatar a nossa querida câmera, companheira de tantos strip teases e sexos virtuais? Se você não tem muita experiência, comece pela sensualidade, um papo mais quente e vai provocando o crush mostrando aos poucos e deixando ele implorar pra que você mostre mais. Uma dica clichê que sempre funciona é "desculpa não te responder, acabei de sair do banho e tô de toalha". Duvido que o crush não peça pra te ver assim. (Já funcionou muito comigo pelo menos) . Aproveita que nessa onda do Corona a gente tem que lavar as mãos o tempo todo e já se joga nos muitos banhos sem moderação. Assim a cada banho rola um gancho pra um facetime limpinho e sensual. Nada como unir o útil ao agradável né?

VOCÊ COM VOCÊ MESMO

Além dessas dicas de como interagir com os crushes virtualmente, queriamos propor algumas dicas pra quando você está aproveitando sua própria companhia. Afinal de contas ser solto também significa saber se virar sozinho. Aproveita esse momento de isolamento pra mergulhar em você, mexer nas próprias gavetas, fazer um detox e também alguns "autodates". Aqui vão nossas sugestões:

1. Escreva cartas pros seus ex 

Calma, a gente não tá falando pra você virar a louca dos correios. Até porque mandar cartas significa contato com pessoas e, infelizmente, não podemos nos dar a esse luxo. Aqui nossa dica é escrever cartas com todas aquelas coisas que você tinha vontade de falar pro seu ex-namorado, ex-peguete ou ex-crush-lixo e nunca teve coragem. (Melhor já comprar bastante papel). Não tem nada pior que ficar guardando ressentimentos e energias negativas dentro de si: vai tudo pro chakra da garganta e diminui sua imunidade real. Então separe um tempo pra relembrar as histórias, pensar nas coisas boas e nas coisas ruins e concretizar tudo no papel (ou na tela de celular).  E nem precisa mandar a carta, só o ato de escrever já faz milagres. Acredite em mim, não tem nada mais libertador que organizar tua dor em palavras. Limpa essas gavetas sentimentais que vai fazer um bem enorme pra tua saúde! 

2. Desapegue do que não te pertence mais

Já que estamos falando em limpar as gavetas, esse é o melhor momento pra revirar as tralhas que você acumulou e nem lembra pra dar uma circulada nessa energia parada. Sabe aqueles ursinhos de pelúcia do seu ex-namorado ou aquele casaco que um crush esqueceu "sem querer querendo" há três anos e nunca mais veio pegar? (E você iludido guardou na esperança de um dia devolver e reviver aquela história…) Agora chegou a hora de você cortar esse fio de luz que te prende ao passado e fazer alguém feliz. Nada melhor que tornar útil de novo algo que estava jogado no fundo do seu armário. Te garanto que você vai se sentir mais leve e menos apegado àquela história cagada que você sempre contava chorando pros seus amigos no bar toda vez que bebia demais. E além da limpeza física, é importantíssimo fazer uma limpeza virtual: abra seu whatsapp e apague as conversas que nunca deram em nada com os contatinhos dos últimos anos, delete as fotos dos ex-peguetes que hoje já estão com outra; limpa as playlists de música que te remetem àquele boy traste; desfaz os matches no app daquele povo que trocou mil gifs mas nunca te chamou pra sair. E, em alguns casos (você vai saber quais), aproveita e já apaga o contato da pessoa de vez. Por que no isolamento a carência vai bater e você vai ficar tentada a ligar pra quem não deve. Limpa tudo e já libera espaço pros dates novos que virão pós quarentena.

3.Desenvolva novas habilidades

Tem sempre alguma alma altruísta que gastou seu tempo vida pra criar um vídeo no YouTube explicando como trocar o filtro da máquina de lavar ou ensinar como tocar tuba. Então, já que teremos todos tempo de sobra, vale a pena retomar o projeto de aprender a tocar ukulele (à la Ryan Gosling em Namorados para Sempre) ou de finalmente aprender a cozinhar de maneira decente. Vai dar pra testar todas as receitas de todos os sites de culinária, errar, fazer de novo, acertar…. E quando a quarentena acabar, você vai ser um cozinheiro de mão cheia e vai fisgar os crushes pelo estômago. (Se seu crush for de touro, essa estratégia foi feita pra você!). 

4.Botar a rotina de beleza em dia 

Você não vivia reclamando que nunca tinha tempo pra fazer seu skincare? Agora é a hora! Já faz um estoque de máscaras, hidratantes, cremes para o cabelo e se joga no autocuidado.Tem coisa melhor que ficar experimentando novos cosméticos e receitas caseiras de beleza? Tem um monte de site ensinando como fazer seus próprios cosméticos e dando dicas procedimentos caseiros: esfoliação com mel e açúcar, hidratação facial de abacate, banhos de manjericão…. Aí cada dia você testa uma coisa nova pra saber o que funciona mais no seu corpo e ainda rola fazer resenhas pros amigues. Se curtir muito, lance até seu próprio blog de beleza e quem sabe você ainda vira blogueira.

E também aproveita as maravilhas da tecnologia pra manter o shape sem sair de casa: tem um monte de circuito de ginástica no YouTube usando as suas cadeiras da sala de jantar, umas garrafas de água e a pura gravidade da montanha. Então nada de desculpinhas de "mas é que não sei fazer" ou "tô com preguiça". Só vai dar certo se você se empenhar de verdade. Quando acabar a quarentena, você vai arrasar na reestreia belíssima da sua solteirice.

5. Explore seu corpo 

Quem disse que a gente precisa de um crush pra gozar? Nada disso! A quarentena também pode ser um ótimo incentivo pra você aprender a se dar prazer. Lembrando que no Brasil, só metade das mulheres admite praticar a masturbação comparado a quase 100% dos homens. Precisamos mudar essa conta pra ontem! A masturbarção é uma maneira da gente explorar o nosso corpo e conhecer melhor nossas zonas erógenas e saber o que de fato nos dá prazer. Assim você vai saber orientar melhor seu parceiro na hora do rala e rola e conseguir gozar mais fácil. Aproveita que existem muitos brinquedinhos e acessórios no mercado (que podem ser entregues pelos correios) e vai pesquisar o que te faz feliz. 

A dica também se estende aos nudes. Vai dar pra brincar bastante com a câmera e atualizar a pasta de nudes com a maior calma e tranquilidade. E se você não é muito da turma dos nudes, saiba que ver o seu corpo nu em uma foto pode ser um enorme passo na autoaceitação: tire nudes pra você, nem precisa mandar pra crush nenhum. Estude os ângulos te deixam uma delícia, observe como a luz bate nas suas curvas e aprenda a ver beleza aonde você antes só via defeito. Não é uma tarefa fácil, mas lembre que seu corpo é perfeito do jeito que ele é, apesar de você provavelmente não achar isso. 

É BRINCADEIRA, MAS É SÉRIO

Brincadeiras à parte, nossa idéia é deixar mais leve essa necessidade de ficarmos isolados. Muita gente acha por aí que essa é uma "apenas mais uma gripe", mas você já viu alguma gripe fechar fronteiras internacionais? Talvez você não seja grupo de risco e pense, mas vou ficar de boa, nada vai me acontecer. Vamos todos respeitar as pessoas mais velhas e se isolar pra reduzir o contágio. E como você viu, não vai faltar atividades, sozinho ou acompanhado, pra preencher o seu tempo na quarentena. Vamos passar por essa juntos (porém separados), mantendo o bom humor e respeitando as regras sanitárias. Daqui a pouco vai todo mundo poder voltar à pegação e aí vai ser um loucura: o Verão 2020/21 que nos aguarde! 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Sobre os autores

Piranhas românticas, André e Carol são experts em solteirice e partidários do afeto mesmo nas relações casuais. Carol está solteira há 6 anos e já não troca a aula de hot yoga por um date mais ou menos. André está solto monogâmico mas já se esbaldou muito na vida de contatinhos. Publicitários e roteiristas, trabalham com comportamento e conteúdo há anos e decidiram se aprofundar no tema que é assunto da manicure à terapia: como se relacionar hoje em dia. Comunicadores, puxam assunto até com o poste e são formados como psicólogos de boteco. Há um ano eles conversam com todo tipo de solteiros e especialistas no soltos s.a. um canal de youtube, instagram e, agora blog, pra explorar as dores e delícias dessa vida solta. Ninguém entende de solteirice como eles: já foram convidados pra falar na Casa TPM, na GNT e no podcasts Mamilos e Sexoterapia (aqui em Universa).

Sobre o blog

Um espaço para trocar estratégias para sobreviver à solteirice e aos relacionamentos em tempos de likes. Quando vale ter uma DR e quando podemos deixar morrer no silêncio? O que significa esse emoji? Assistir stories significa? Experts em solteirice e ótimos psicólogos de boteco, André e Carol compartilham dilemas reais de solteiros e mapeiam possíveis caminhos para não perder a sanidade mental nessa era de contatinhos.