PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

Tem sonhado com seu ex na quarentena? Saiba o porquê

Soltos S.A.

04/05/2020 04h00

Mulher dormindo agarrada emum travesseiro

Fonte: Freepik

Semana passada abri meu WhatsApp de manhã e tinha uma mensagem de um ex namorado meu que não via há séculos: "sonhei com você. Tá tudo bem?". Eu pensei que seria algum sonho premonitório – em tempos de incerteza sobre o futuro da humanidade, nunca se sabe… Respondi: "Tô bem, na medida do possível. Sobre o que você sonhou?". Ele retornou com um "eu e você em uma trilha. Detalhes não posso mais". Ali já entendi o enredo todo, fiquei aliviado e animado ao mesmo tempo (esse ex era do tipo "vale a pena ver de novo"). Foi então que lembrei que havia sonhado com outro ex alguns dias atrás e resolvi investigar se isso estava relacionado com a quarentena e se éramos os únicos. 

Logo de início das minhas buscas internéticas, encontrei uma matéria que falava que as buscas no Google na Inglaterra de "por que estou sonhando com meu ex" subiram 2.450% desde o início da quarentena. Além disso, fizemos uma pesquisa com a nossa base no Soltos S.A. e 60% dos nossos seguidores disseram que também sonharam com seus ex durante a pandemia. Ou seja, pelo jeito eu e meu ex (e talvez você também) não estávamos nem um pouco sozinhos. Mas já fazendo o místico / psicoanalítico, o que isso significa?

Veja também

O conforto de casa

Não queridx, sonhar com o ex não quer dizer nem que você ainda gosta dele, muito menos que gostaria de voltar. Em tempos apocalípticos, onde a incerteza e a instabilidade reinam e uma mera ida ao supermercado é uma aventura digna de filmes de ação, é mais que natural que a gente sinta saudade de algo que era estável e confortável. É como um voltar pra casa depois de um dia cheio. Nossa mente, que não é boba nem nada, tá sempre buscando fugir de situações desagradáveis e estressantes. Passar algumas horas da sua noite em um flashback de uma relação que te trazia prazer, calma, tranquilidade é apenas uma maneira que a nossa cabecinha doentia encontrou de ter um refúgio desse mundo real, onde tá bem complicado se divertir ou ter prazer. 

Oi, Sumidx!

Assim como eu, 36% da nossa base também recebeu mensagens do ex crush ou ex namorado durante a quarentena dizendo que haviam estado juntos de noite. Muitas das mensagens vieram com um "lembrei de você", "saudades", um meme qualquer e algumas inclusive com propostas de encontros pós-quarentena. Algumas pessoas apenas ignoraram solenemente. Outras voltaram ao papinho. No meu caso acendeu um ilusão gostosinha de "ah, ainda tem alguém que sonha comigo, não estou sozinho no fim do mundo". Óbvio, eu André sei que é pura fantasia, mas é disso que estamos falando afinal. Também, me diverte a idéia de ser material onírico. Afinal de contas, cada um tem a liberdade de sonhar com o que quer não é mesmo? Pelo menos eu alegrei a quarentena de alguém, já fico feliz!  Quando é uma ficção científica cafona, nada melhor que sonhar com essa vida que sempre nos pareceu tão chata e entediante. #SDDS2019

Não tá fácil pros solteiros

Grandes pandemias e tragédias pessoais afetam a maneira como vemos o mundo e a vida. Antes tudo parecia tão seguro e havia inúmeras possibilidades de encontros. Bastava logar em qualquer app de paquera e pronto: opções infinitas de crushes reais ou imaginários diretamente do seu bolso. Agora temos a sensação que o mundo está um pouco menor (ou pelo menos a nossa liberdade). Ninguém sabe quando vai ser seguro voltar a sair pra festas com os amigos ou mesmo ir pra um date de aplicativo. Se temos medo até de encostar por acidente em alguém na farmácia, o que dirá de enfiar a língua na boca de um desconhecido que você não faz a mínima idéia de onde ele esteve? 

Nesse mundo que não oferece tantas oportunidades pros solteiros, olhar pra trás e dar uma segunda chance pra relações que já vivemos (e que ,pensando bem, nem tinham sido tão ruins assim…) parece nos trazer alguma esperança. É como se a gente pensasse: "olha, se as coisas continuarem assim, bem que poderia tentar um revival com fulano". Se até a TV tá vivendo de reprise, por que eu não posso?

 

Se você quer saber como sobreviver à solteirice, segue a gente no YouTube e no Instagram. Toda semana a gente entrevista solteiros, especialistas e divide nossos aprendizados e teorias. Segunda e quarta estamos por aqui! Mande histórias, questões, dilemas que a gente transforma em pauta!…

Sobre os autores

Piranhas românticas, André e Carol são experts em solteirice e partidários do afeto mesmo nas relações casuais. Carol está solteira há 6 anos e já não troca a aula de hot yoga por um date mais ou menos. André está solto monogâmico mas já se esbaldou muito na vida de contatinhos. Publicitários e roteiristas, trabalham com comportamento e conteúdo há anos e decidiram se aprofundar no tema que é assunto da manicure à terapia: como se relacionar hoje em dia. Comunicadores, puxam assunto até com o poste e são formados como psicólogos de boteco. Há um ano eles conversam com todo tipo de solteiros e especialistas no soltos s.a. um canal de youtube, instagram e, agora blog, pra explorar as dores e delícias dessa vida solta. Ninguém entende de solteirice como eles: já foram convidados pra falar na Casa TPM, na GNT e no podcasts Mamilos e Sexoterapia (aqui em Universa).

Sobre o blog

Um espaço para trocar estratégias para sobreviver à solteirice e aos relacionamentos em tempos de likes. Quando vale ter uma DR e quando podemos deixar morrer no silêncio? O que significa esse emoji? Assistir stories significa? Experts em solteirice e ótimos psicólogos de boteco, André e Carol compartilham dilemas reais de solteiros e mapeiam possíveis caminhos para não perder a sanidade mental nessa era de contatinhos.

Soltos